17 de novembro de 2018

Menino queimado em carvoaria de Buriticupu é transferido para Goiânia-GO


Após quatro dias internado na  UTI do Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, o menino João Miguel, de cinco anos de idade, que sofreu queimaduras de terceiro grau, após cair em uma caieira (espécie de forno artesanal) em uma carvoaria em Buriticupu, a 417 km de São Luís-MA, foi transferido neste sábado (17) para a cidade de Goiânia, onde será internado num centro especializado para tratamento de queimaduras.


Na tarde deste sábado João Miguel passou por uma cirurgia para amputar as pontas dos dedos. Depois do procedimento, a equipe médica autorizou a transferência dele para Goiânia. A hora prevista de chegada na capital de Goiás é às 21h30.

Em Goiânia ele será transferido direto para o hospital de queimaduras, onde vai iniciar uma nova fase no tratamento. A mãe de João Miguel, Idenilsa Costa da Silva, revela que o garoto terá uma equipe à disposição dele no novo hospital. “Ele vai ser transferido para Goiânia para o hospital dos queimados. Lá que meu filho vai ter uma equipe toda preparada esperando por ele”, disse.


João Miguel permanece sedado e o caso ainda é considerado grave, já que maior parte do corpo dele teve queimaduras de terceiro grau. O acidente aconteceu quando o menino acompanhava o pai que trabalha em uma carvoaria. O pai também teve os pés queimados quando tentava socorrer o filho.

Emocionada, Idenilsa Costa conta que entrou em estado de choque ao receber a notícia. “Na mesma hora eu saí correndo e o pessoal me agarrou. Depois eu levantei e saí correndo. Eles me agarraram no meio da rua e disseram ‘tu não corre’ porque teu filho já está para Buriticupu. Quando eu cheguei dentro do hospital e olhei para meu filho eu caí”, desabafou a mãe de João Miguel.

Fonte: G1-MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!