7 de março de 2018

Reviravolta no caso Cabo Campos, após o surgimento de B.O da filha do casal

Nesta terça-feira (06), no dia em que a deputada estadual Valéria Macedo (PDT), responsável pela Procuradoria da Mulher, confirmou que pedirá o afastamento do deputado Cabo Campos (DEM), por 60 dias, do parlamento maranhense, acusado de agredir a esposa, surge  uma nova versão do episódio.
O Blog do Jorge Aragão recebeu de uma fonte na Polícia Civil do Maranhão, um outro Boletim de Ocorrência, desta vez da filha do casal envolvido na suposta briga, Laila Marques Campos contra a própria mãe, Maria José Marques Campos.
No Boletim de Ocorrência, Laila Campos relata que foi vítima de agressão física com uma cruzeta, puxões de cabelo e xingamentos, pelo fato da sua mãe não aceitar sua orientação sexual.
O Jornalista Jorge Aragão, de posse do Boletim de Ocorrência, entrou em contato com Laila, mas a filha do deputado Cabo Campos, num primeiro momento, se recusou a falar, mas depois aceitou conceder uma entrevista que foi divulgada em primeira mão na Rádio Mirante AM, no programa Panorama.
Na entrevista, Laila revelou que sua mãe jamais aceitou sua orientação sexual, principalmente por conta da questão religiosa, e que desde então passou a ter uma espécie de dupla personalidade. Laila também afirmou que a mãe precisa de tratamento psicológico.
Sobre a relação dos pais, Laila diz que a sua orientação sexual acabou ocasionando um conflito maior do casal, pois o pai, o deputado Cabo Campos, por mais que não tivesse gostado da situação, teria acabado entendendo a filha.
Diante da nova versão o deputado Cabo Campos pode ter sido injustiçado. A fim de preservar as relações privadas de sua família, o deputado Cabo Campos silenciou sobre as acusações que lhe foram imputadas. Após o vazamento do boletim de ocorrência e respectiva entrevista de sua filha, ele sente-se no dever de se defender. Campos lamenta o episódio, mas não foi o culpado pelas alterações.
Nesta quarta-feira (07) o deputado deverá fazer seu primeiro pronunciar em relação ao ocorrido.
Com informações de Vandoval Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!