21 de dezembro de 2017

Juscelino Filho assegurou a reabertura do Banco do Brasil de Olho d'Àgua


O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA), após um longo período de articulações reuniu nesta quarta-feira (20), com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Cafarelli, através do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a transformação das agências dos municípios maranhenses Olho d’Água das Cunhãs e Gonçalves Dias, em postos de atendimento com serviços limitados. Na ocasião, o deputado conseguiu reverter à decisão da instituição.

O parlamentar comemorou a decisão:
“O presidente do Banco se comprometeu em reabrir as agências nas condições normais como sempre funcionaram, com todos serviços, inclusive movimentação de numerário. O banco público nessas cidades, não tem como finalidade a obtenção do lucro, mas o fomento ao desenvolvimento social. Quando um banco público fecha, caem os investimentos, diminui a circulação da moeda, aumenta o desemprego e a violência”, destacou.

Juscelino esteve recentemente nesses municípios e afirma que este era à principal reinvindicação da população.

O Banco do Brasil vem fechando agências em diversos municípios no intuito de reduzir custos, pois vem investindo em novas tecnologias, atendimento digital e também por conta da grande quantidade de sinistros em alguns municípios.

O jovem deputado conseguiu um grande feito, no tocante ao desenvolvimento dos municípios beneficiados: sem o funcionamento pleno, os entraves, desconforto e despesas aos cidadãos, em especial os idosos e menos favorecidos eram enormes.

O pedido junto ao deputado partiu dos prefeitos Toinho da Patioba (PRB) de Gonçalves Dias e Rodrigo Oliveira (PDT) de Olho d'Àgua das Cunhãs-MA. O empenho dos gestores e a garra e força do política de Juscelino Filho (DEM-MA) em Brasília-DF, foram cruciais para à reabertura das respectivas agências bancárias.

Nós olhodaguenses agradecemos aos envolvidos, pela reabertura do nosso banco.

Muito obrigado!

Um comentário:

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!