7 de dezembro de 2017

Decretada à prisão do filho, suspeito de matar o pai, ex-prefeito de Barra do Corda



O candidato a prefeito Júnior do Nenzim, mais conhecido na cidade como o “Vaqueiro da Barra”, teve o pedido de prisão decretada pela Justiça por suspeita de ter assassinado o próprio pai, o ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim.

A informação foi repassada ao Blog do Luís Pablo com exclusividade.

Júnior Vaqueiro prestou depoimento hoje à tarde. Ele foi ouvido por dois delegados e seu depoimento era tido como fundamental para a elucidação do crime.

A polícia está à procura do filho do ex-prefeito na cidade.

O CRIME

Nenzim foi assassinado com um tiro no pescoço, na manhã dessa quarta-feira (6), quando estava dentro do carro com o filho Júnior Nenzin na zona rural do município de Barra do Corda, interior do Maranhão.
O ex-prefeito foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e em seguida transferido para um hospital no município de Presidente Dutra, mas resistiu e faleceu.

Após o assassinato, as primeiras informações da Polícia Civil apontaram que dois homens em uma motocicleta teriam se aproximado do carro de Nenzim e dispararam várias vezes contra o ex-prefeito.

O corpo do ex-prefeito foi enterrado no fim da tarde desta quinta-feira (7), no cemitério São Francisco, em Barra do Corda. Nenzim foi prefeito do município por três vezes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!