9 de julho de 2017

Servidora que denunciou regalias de detenta no MA é exonerada


Do Gilberto Léda

Uma servidora da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) foi exonerada depois de denunciar regalias a uma detenta em Davinópolis, cidade da Região Tocantina. A informação é de reportagem do Cidade Alerta, da TV Record, exibida nesta semana. Cícera Teotônio está presa por homicídio – ela é acusada de ter assassinado o ex-marido, Pedro Ventura, em 2015 -, mas não usava uniformes e fazia até festas dentro do presídio. A servidora denunciou o caso e, curiosamente, foi exonerada horas depois. O Ministério Público agora investiga o caso. Veja a reportagem

Segundo caso

Este não é o primeiro caso de um servidor da pasta comandada por Murilo Andrade (foto ao lado) sendo retaliado por denunciar corrupção. Em março, por ocasião da deflagração da Operação Turing, soube-se que uma servidora da mesma secretaria fora transferida de posto após informar a Andrade sobre o envolvimento de um dos seus auxiliares com suspeitas de corrupção no interior do Maranhão. Em vez de apurar a denúncia, o secretário preferiu trocar a subordinada de lugar na estrutura da Seap (saiba mais).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!