7 de junho de 2017

Jobson ex-atacante do Botafogo/RJ, volta à prisão após acidente



A fase do atacante Jobson, ex-Botafogo e Bahia, não é das melhores. Depois de agredir um árbitro durante torneio de futebol amador no Pará e se envolver em acidente de carro que terminou com a morte do seu cunhado, o jogador voltou à prisão na noite desta segunda-feira por determinação da Justiça.

As informações são do jornal "Diário Online". Jobson foi detido em junho de 2016 sob a acusação de estupro de quatro adolescentes, mas ganhou liberdade provisória três meses depois após pagar fiança de R$ 22 mil - o processo foi instaurado no Pará e depois encaminhado para o Tocantins, já que a chácara onde os crimes teriam acontecido está localizada em Couto de Magalhães, município tocantinense.

A audiência que definiu o retorno do atleta à cadeia aconteceu na cidade de Colméia, distante 206 km da capital Palmas. As medidas cautelares da liberdade provisória estabeleciam, além da fiança, a proibição no uso de bebidas alcoólicas e drogas, e não poder frequentar bares ou boates, tendo que permanecer em casa no período entre 19h e 6h.

Acidente com morte

Apesar de todas as determinações da Justiça, Jobson se envolveu em um trágico acidente de carro na rodovia TO-080, na última sexta-feira, no oeste do Tocantins. No incidente, o cunhado do ex-jogador do Botafogo morreu e outras três pessoas ficaram feridas.

A Polícia disse não sabe quem dirigia o veículo no momento do acidente, mas que ele pertence ao atacante. Segundo a Secretaria de Saúde do Tocantins, o atleta recebeu os primeiros socorros no setor de acolhimento, mas evadiu do local (fugiu, em outras palavras) sem ser avaliado por um médico.
Jobson está suspenso do futebol profissional desde abril de 2015, por determinação da Fifa , quando se recusou a fazer um exame antidoping após um jogo do Al Ittihad, clube da Arábia Saudita. A suspensão expira de março de 2018 e, por isso, o atleta vem atuando em campeonatos amadores.

No começo de maio, durante jogo da segunda divisão do Campeonato Conceicionense, da cidade de Conceição do Araguaia, no Pará, Jobson acertou o rosto de um adversário e foi expulso. Após receber o cartão vermelho, ele partiu para cima do árbitro e o agrediu, recebendo uma suspensão de 180 dias da competição. O atacante defendia as cores do Cangussu e o duelo era diante do Vila Rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!