24 de abril de 2017

Pequenos comerciantes do MA, sofrem nas garras de Flávio Dino

O governador Flávio Dino (PCdoB) partiu pra cima dos pequenos comerciantes que faturaram bruto R$ 10 mil por mês ou R$ 120 mil por ano e que não emitiram notas fiscais nas vendas de mercadoria no mercado varejista. Quem não emitiu as notas, vai pagar pena de multa no valor de R$ 2.500,00 ou 10% do valor das operações de vendas no período da infração mensal.

Neste sentido, o governo do Mais Imposto já identificou mais de de 800 empresas que descumpriram a lei dele. Quem não se enquadrar ao novo momento, pode sofrer mais multa e até ter o estabelecimento fechado. É assim que funciona o governo de Flávio Dino (PCdoB).

A Secretaria de Estado da Fazenda já encaminhou às notificações para o recebimento das multas e assim encher o jarro do governo, até porque o próximo ano teremos eleições. Cada comerciante terá o prazo máximo de 30 dias para pagar. Agora lascou tudo!

Neste ano, o governo do "Mais Imposto" aumentou as alíquotas do ICMS de gás de cozinha, gasolina, contas de luz elétrica, internet, telefonia e TV a cabo.

Entretanto, reduziu para 2% as alíquotas para distribuidoras de mercadorias com capital social de R$ 100 milhões e esteja empregando ao menos 500 pessoas. Assim sendo, os pequenos e médios comerciantes não terão como concorrer com a maior rede de distribuição do Maranhão: o Grupo Mateus.

Com informações do Blog do Luís Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!