13 de dezembro de 2016

Prefeita Dulcinha de Satubinha é cassada por uso da "máquina pública"

VIce-prefeito Vanja e a prefeita Dulcinha (PV)
O Juiz Eleitoral da 87º Zona Eleitoral de Olho d'Água das Cunhãs, Galtieri Mendes de Arruda, que responde também pelos municípios de Pio XII e Satubinha, cassou nesta terça-feira (13) a prefeita de Satubinha (cidade a 290 quilômetros de São Luís), Dulce Maciel Pinto da Cunha (Dulcinha-PV) , e de seu vice, Antonio Evangelista Oliveira da Silva (Vanja).

A decisão é parte de uma ação movida pela Coligação Unidos por Satubinha, sendo responsáveis os Advogados especialistas em Direito Eleitoral Américo Lobato Neto, Felipe Mendes de Souza e Michel Ferreira Lacerda.

A coligação autora da ação alegou que os eleitos foram acusados de abuso de poder político e econômico e compra de votos, pois os mesmos usaram os bens do CRAS (Centro de Referencia e Assistência Social), tais como cadeiras, mesas, computador e caixa de som em seu comitê durante toda campanha eleitoral. 

Tais fatos se comprovam, com a demonstração de provas documentais, bem como com uma certidão do Oficial de Justiça da própria Zona Eleitoral, em que restou demonstrado a utilização indevida de bens públicos para interesse particular. Segundo a sentença, a prefeita Dulcinha e o vice-prefeito Vanja, não poderão ser diplomados, perdem os direitos políticos por 08 (oito) anos e terão que realizar o pagamento de 30 mil UFIR. O magistrado deverá marcar novas eleição no município, pois a candidata obteve mais de 50% dos votos válidos.

A diplomação dos prefeitos, vice-prefeito, vereadores e suplentes de vereadores dos municípios: Olho d'Água, Pio XII e Satubinha, está previsto para a noite de amanhã (14), na sede da Secretária de Assistente Social em Olho d'Água das Cunhãs.

Veja a decisão abaixo:

Informações: Maranhão verdade
Edição: Mearim Net/ João Gabriel Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!