30 de maio de 2016

Polêmica no estupro do Rio: laudo afirma que não há sinais de violência

O delegado que estava responsável pelas investigações a respeito do estupro que causou grande revolta no país inteiro já havia avisado de que o laudo iria contrariar o senso comum e não foi diferente, pois o resultado confirma que não há sinais de violência no corpo da garota, entretanto traz a ressalva de que o motivo, entre outros, pode ser o fato dela ter demorado a realizar os exames.

Foi feito o exame de corpo de delito e também uma perícia técnica no vídeo postado no Twitter em que os suspeitos filmaram a garota nua, inclusive suas partes íntimas. Fernando Veloso, chefe da Polícia Civil, informou que as respostas obtidas na perícia deste vídeo também irão contrariar o senso comum, pois o caso é tratado nas redes sociais como um estupro cometido por 33 homens contra uma jovem desacordada.

O crime teria acontecido em uma comunidade na zona oeste do Rio de Janeiro e com certeza novas informações estarão ajudando a esclarecer esta história quando o laudo definitivo for divulgado. Porém alguns detalhes já foram mostrados, por exemplo, o chefe da Polícia Civil confirmou que não há nenhum vestígio de sangue nas imagens do vídeo e os peritos que analisaram a gravação já estão convictos a respeito do não uso da violência supostamente empregada para manter relação sexual com a jovem.

Veloso foi claro ao afirmar que o laudo contraria a opinião de milhares e talvez milhões de pessoas que estão nas redes sociais comentando o caso e já com a condenação pronta, sem ao menos terem assistido o vídeo.

A garota de 16 anos, suposta vítima de estupro coletivo no Rio de Janeiro, já entrou para o Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes ameaçados de Morte, antes porém chegou a dar entrevistas que foram divulgadas neste último domingo (29) pela Rede Globo, Record e também pelo SBT. A jovem não está mais em casa e assim está livre do assédio da imprensa que estava pressionando a menina em busca de novas reportagens.

O local onde ela se encontra não será divulgado, assim estará livre inclusive das ameaças de morte que chegou a receber.

Fonte: Central das Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!