29 de agosto de 2015

Sexta-feira (28) marcada pela sessão acalorada na Câmara de Pio XII-MA

A sessão da Câmara Municipal de Pio XII desta sexta-feira (28) foi bastante acalorada entre os parlamentares.

A apreciação da Lei Nº 012/2015, que Estima Receita e fixa a Despesa para o Exercício Financeiro 2016 - gerou uma boa discussão na casa.

Os parlamentares de oposição, liderados por Júnior Bomba (PP), pediram para rever suas posições, frente à Lei que vinha sendo apreciada pelas comissões.

Segundo Bomba a estimativa de 64 milhões seria suficiente, mas o gestor poderia pedir acrescimento de 50%, ou seja, mais 32 milhões de reais. Mais cedo, o vereador Claudinho (PMN) havia sinalizado favoravelmente ao Orçamento, mas após discurso do colega, poderá repensar a decisão.

O jovem parlamentar Paulo Guilherme (PRB) criticou o governo no seu discurso no tocante à condição das escolas municipais. Discurso seguido pelo vereador Oscar Lima (PTN) e Junior Bomba (PP).

O líder do governo Davi Ribeiro defendeu fervorosamente a votação do Projeto de Lei Nº 012/2015. Segundo o líder da situação, o orçamento é praticamente a mesma quantia votada em 2015. O parlamentar criticou duramente a gestão passada e defendeu a atual gestão, em relação às criticas dos colegas. Davi repetiu algumas vezes, que o relatório dos vereadores da oposição em relação as escolas municipais, não tem validade, por não ter passado pela apreciação da casa e dos parlamentares.

Em seu discurso na tribuna, o vereador Oscar Lima (PTN) fez rebateu criticas do jovem parlamentar Pedro Felipe (PTB), mas ao subir a tribuna, o Petebista fez um discurso coerente e conciliador, onde pediu a união dos vereadores em prol de Pio XII-MA. Atitude elogiada pelo colega Oscar, após pedir parte no próprio discurso de Pedro Felipe (Pedro Veloso Filho).

Pelo visto, a votação do Orçamento 2016, como disse Júnior Bomba (PP) ainda deve demorar ser votada. Segundo ele, o projeto só passará pela casa, após sofrer alterações.

O presidente da Câmara Municipal vereador Hilquias Oliveira (PSL) encara com otimismo a votação do Projeto de Lei.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!