5 de agosto de 2015

Família de criança morta com "choque" receberá pensão da CEMAR

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão, manteve sentença de 1º Grau, que condena a Companhia Energética do Maranhão (Cemar), a pagar indenização no valor de R$ 250 mil, à família de uma criança de sete anos de idade, residente no município de Cedral, morta após receber descarga elétrica causada por um fio condutor de alta tensão exposto em um terreno, a sentença determina ainda o pagamento das despesas relativas ao funeral e de pensão equivalente a 2/3 do salário mínimo à mãe da vítima.

De acordo com o processo, três meses antes do acidente, a concessionária havia instalado cabos de alta tensão no local e moradores do município comunicaram à empresa a existência de fios condutores elétricos que ficaram soltos na área. A Cemar informou que os cabos referidos não estavam energizados, não havendo motivo para preocupação dos moradores, no entanto quando caminhava pelo terreno onde se encontrava a fiação, a criança recebeu forte descarga elétrica que lhe causou morte imediata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!