31 de julho de 2015

Descumprimento de acordo em festa gospel irrita evangélicos

Lideranças e fieis da Assembleia de Deus de Olho d’Água das Cunhãs ficaram insatisfeitos no encerramento da comemoração pelos 61 de instalação no município.

Os evangélicos teriam feito todos os procedimentos legais para a realização de um show gospel na Praça Principal da cidade, onde bares e comércios nas proximidades do evento seriam fechados, por se tratar de evento voltado aos religiosos. Os donos de bares cumpriram legalmente o acordo, mas segundo os assembleianos, teriam pedido a retirada de um trailer de lanches, pois estaria no espaço que seria usado no culto e show (Entre o Bar do Nenzão e Meg Club), o proprietário do lanche móvel, pediu que o mesmo ficasse no local, mas não abriria na quinta-feira (30) para não atrapalhar, mas o vendedor descumpriu o acordo firmado entre ele e os religiosos, abriu o estabelecimento e disse ainda por telefone ao representante da igreja que ia funcionar com autorização do prefeito Rodrigo Oliveira (DEM). Inconformados com a situação, evangélicos usaram as redes sociais para externar os sentimentos de revolta em relação ao ocorrido.

Veja na integra o texto postado em vários grupos de Whatsapp, pelo usuário Tena:

"Ficou tudo certo com a prefeitura e a Assembléia de Deus, junto ao proprietário do Lanche do Barão, para q se ele fosse abrir, teria q levar o trailer dele para perto do pingo, para não atrapalhar o culto da igreja na praça, ele mesmo pediu q deixasse o trailer no lugar q ela não ia abrir, para a surpresa dos crentes, 5 horas da tarde ele abriu, e eu fui falar com ele, ele me respondeu q ia funcionar sim ali mesmo por ordem do prefeito Rodrigo Oliveira, disse q ele mesmo falou com o prefeito, e o prefeito autorizou q eles abrisse normalmente, não era pra fechar, se realmente o prefeito autorizou como ele mesmo me comfirmou, eu achei uma falta de respeito com os evangélicos, e assim é q quer conquistar mais pessoas, assim ele está espantando algumas pessoas q possivelmente estaria com, falei com Ayrton Carvalho, ele não resolveu, pediu q eu falasse com Leal, ele me falou q não ia falar nada, com Irenice, ela me disse q o Viana não podia fazer nada, então nóis ficamos muito grato pelo o prefeito ter tentado atrapalhar os trabalhos dos crentes, se realmente ele autorizou, fica aki o meu repúdio e endiguinação da forma de como foi tratado em relação aos evangélicos pela Preitura Municipal de ODC."

Se realmente o gestor autorizou o proprietário do trailer a descumprir o acordo, como o próprio vendedor disse ao representante da igreja, explicita uma falta de respeito com os evangélicos e a comunidade em geral, como cita acima. 

Tentamos contato com o prefeito Rodrigo para falar a respeito do caso, mas não conseguimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!