13 de junho de 2015

Falta coletiva da oposição, ameaça verbas da educação em Pio XII-MA

A sessão da Câmara de Pio XII de ontem (12) voltou a ser boicotada e por falta de quórum. Esta foi a segunda sessão seguida, que registrou a ausência dos vereadores oposicionistas no município.

Deixaram de ser votados nas duas ultimas sessões, projetos de grande importância, veja abaixo:

·        Projeto de Lei Nº 006/2015. Dispõe sobre as Diretrizes orçamentarias para o Exercício Financeiro de 2016 e dá outras providencias.

·        Projeto de Lei Nº 007/2015. Dar nova redação à Lei Nº 015 de 15 de Julho 2009 e institui o novo Plano Nacional de Educação – PME, em conformidade com a Lei Nº 13005 de 24 de junho 2014 (PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO.

Caso deixe de ser votado até o dia 26 de Junho, o Governo Federal irá bloquear os recursos da educação no município, o que causaria danos incalculáveis e talvez irreversíveis atingindo diretamente, professores, alunos e gestão.

Marcaram presença:

Compareceram ao plenário da Câmara Municipal os vereadores Oenes Quaresma, Georthon Portilho, Patrícia Pereira, o líder do governo Davi Ribeiro e o presidente da casa Hilquias Oliveira.

Justificaram a falta:

Os vereadores Raimundo Nonato Cândido Costa (Claudinho) e Pedro Veloso Filho faltaram a sessão, mas justificaram.

Faltaram sem justificativas:

Já os parlamentares Josué Lima, Oscar, Paulo Guilherme e o líder da oposição Junior Bomba não compareceram e nem justificaram a ausência.

Numa coletiva, o presidente da casa Hilquias Oliveira se mostrou preocupado e disse não entender à ausência dos colegas, tendo em vista, que as votações são exclusivamente de interesses público e principalmente de classe, no caso, dos profissionais de educação.

Vários professores preocupados com a votação do plano compareceram e saíram decepcionados, inclusive pessoas ligadas à própria oposição, que taxaram a atitude dos oposicionistas de irresponsável e eleitoreira. Segundo um deles, a oposição estaria fazendo o jogo do “Quanto pior, melhor” sem pensar em momento algum na população.

“Vamos aguardar a próxima convocação que acontece dia 19 de Junho, quem sabe os vereadores resolvam aparecer” disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!