25 de junho de 2015

Mais de 50 mil fãs dão o último adeus ao cantor Cristiano Araújo

Lágrimas, gritos, aplausos e muita comoção marcaram o sepultamento do cantor goiano Cristiano Araújo, 29 anos, e da namorada dele, Allana Coelho Pinto de Moraes, 19. Os enterros ocorreram na manhã desta quinta-feira (25), no Cemitério Jardim das Palmeiras, no Setor Centro Oeste de Goiânia e reuniram cerca de 15 mil pessoas. O cortejo, que começou às 10h30, saindo do Centro Cultural Oscar Niemeyer, atraiu milhares de pessoas pelas ruas da capital goiana. Foram necessários ao menos três caminhões e uma viatura para acomodar as dezenas de coroas de flores.

O corpo de Cristiano chegou ao cemitério às 11h30min. Os fãs se aglomeravam dentro de fora do local, na esperança de ver pela última vez o ídolo e fazer fotos e vídeos. A mãe dele, Zenaide Melo, passou mal e precisou ser carregada. Todos cantaram músicas religiosas e um dos sucessos do cantor, a música “Efeitos”. Ao meio-dia, os funcionários baixaram o caixão. O pai do cantor, ficou sentado ao lado da cova, aos prantos, sendo amparado por familiares logo em seguida.

A família de Allana se despediu da jovem momentos antes. O enterro do casal estava previsto para ocorrer simultaneamente, mas a decisão foi mudada de última hora e a sepultaram antes, por volta das 10h30min. Uma forte salva de palmas e momentos de silêncio marcaram o momento, reservado apenas aos familiares e amigos dela. O corpo havia sido retirado do centro cultural pouco depois das 6 horas de hoje.

O velório foi iniciado por volta das 18h20min da quarta-feira (24), quando os corpos chegaram, mas desde o meio-dia, muitas pessoas já se aglomeravam na entrada, cantando músicas do cantor e chorando. Nas primeiras horas, apenas amigos e familiares se reuniram e depois o espaço foi aberto ao público, por volta das 20 horas. A cerimônia prosseguiu por toda a madrugada. Os caixões ficaram abertos, um ao lado do outro, dentro do Palácio da Música. A passagem dos fãs foi rápida, já que uma multidão aguardava em uma longa fila do lado de fora.

Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!