14 de setembro de 2014

Ex-genro de Ricardo Murad espanca sobrinha de deputado

Carol Fernandes e China, ambos abraçados quando namoravam
A sobrinha do deputado estadual Manoel Ribeiro, Carol Fernandes, foi vítima brutal de uma violência que só cresce nos últimos anos no Maranhão. Ela foi espancada pelo secretário de Coroatá, Winglitton Rocha Barros, conhecido como China.

Segundo informou em entrevista ao Blog do Luis Pablo, o ex-jogador da seleção brasileira de handebol teria partido para agressão física em virtude de ciúmes que possui pela namorada.

A confusão teria começado no bar e restaurante Oásis, na avenida Litorânea, quando ele gerou uma desconfiança. Ai deixar o bar, a confusão teria começa e estendido até a porta da cada da jovem. “Minha mãe apareceu e ficou horrorizada com o que presenciou. Ela mandou que ele fosse embora”, diz a vítima quando a mãe presenciou a cena.
Marcas das agressões sofridas pela mulher

Se enquadrado na Maria da Penha, China deve responder pelo artigo 147, que refere-se a ameaçar alguém fisicamente ou escrito. De acordo com o Código Penal, a pena pelo crime é de um a seis meses de detenção ou multa.

Em recente pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgada neste ano, revela números inquietantes e preocupantes com relação à violência contra as mulheres no Brasil no Maranhão

Outra confusão

Em Coroatá, o ex-jogador China Barros envolveu-se em um bate-boca com o ex-vereador da cidade, Gilmar Arruda, que o acusou de ter assediado uma de suas filhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!