6 de abril de 2014

Sem polícia, vítima investiga e recupera moto furtada em ODC

Um caso inusitado aconteceu ontem (05) Sábado em Olho d’Água das Cunhãs-MA.  Após ter a moto furtada por volta das 03hs da madrugada da última quinta-feira (03), o proprietário dos hotéis Pousada do Nena e Sitio Pousada do Nena investigou e recuperou a própria moto.

Segundo informou Elisvan Magalhaes (O Nena) ao acordar sentiu falta do veículo, mas não tinha pistas, sobre possíveis acusados ou paradeiro do mesmo. Foi quando um amigo informou que avistou um menor trafegando na moto furtada.

Como se tratava de um menor, Nena resolveu buscar ajuda do Conselho Tutelar. Depois de diversas tentativas de contatos com membros de entidade, desistiu. Até sua esposa, conseguir falar com a uma das conselheiras, amiga da família.

A vítima buscou a polícia, mas por conta da greve da PM-MA não conseguiu ajuda, então resolveu investigar por conta própria, e chegou ao menor de aproximadamente 17 anos, conhecido pelo apelido de “CHICO” bastante conhecido da justiça, por algumas passagens. O acusado inicialmente negou a autoria do crime, mas resolveu entregar após ser informado, que havia sido flagrado pelo sistema de vigilância do hotel, mas, pediu uma bicicleta como brinde para informar o local que escondera a moto. O rapaz deu sumiço num tablet furtado na mesma ação, provavelmente negociado com traficantes ou receptadores.

A reportagem conjunta entre as equipes do Mearim Net e TV Difusora (Alan melo e J. Luís) acompanhou o empresário até o local usado para esconder a moto. Um matagal (Embaixo de um pé de caju) na margem esquerda da estrada do Povoado Centro do José Rodrigues, depois da ponte do Igarapé da Lagoa.

Algumas carenagens (Tampas laterais) foram retiradas da moto, no intuito de identifica-la, mas conseguimos recuperar.

Vale ressaltar, que toda ação de recuperação da moto foi concluída sem nenhum auxílio ou acompanhamento da policia.

Num país, onde pagamos as maiores taxa de impostos, é lamentável que o cidadão seja obrigado a agir com as próprias mãos, pois é simplesmente excluído dos direitos básicos, como reza a nossa constituição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!