22 de fevereiro de 2014

Ex-candidato a prefeito escapou por pouco do golpe do “Falso sequestro”

João Lopes candidato a prefeito em 2008
O presidente de honra do PT de Olho d’Água das Cunhãs-MA, senhor João Lopes de Carvalho, 62 anos, morador da Rua João Pessoa, escapou por pouco de tomar um grande prejuízo, ao cair no golpe do “Falso sequestro”.

O petista foi candidato a vereador, em 1988, 92 e 96, quando ficou na suplência. Em 2008, saiu candidato a prefeito, ficando em 3º lugar na disputa, em 2012 foi candidato a vice-prefeito na chapa pura do companheiro Professor Nonato (PT).

Segundo informou a vítima, os meliantes ligaram e em tom de ameaça exigiram o resgate no valor de R$ 5 mil reais.

João Lopes começou a pensar como levantar o valor num curto período de tempo, pois, foi pressionado e temia pela vida de Aurélio. Quando, resolveu tentar contato com o filho e a nora, momento que percebeu se tratar de um golpe.
Lançamento da candidatura a prefeito do PT em 2012

Entenda como os bandidos aplicam o golpe:

Eles ligam e dizem está com um familiar seu sequestrado, e induzem as vítimas a adivinhar quem é? Geralmente a pessoa fica em estado de choque e fala o nome de algum parente (Filhos, sobrinhos, pais, irmãos...) e assim, começa a sessão de pressão e tortura psicológica, alguém chora fingindo ser o “Sequestrado”, momento que muitos não aguentam, sem dizer a ninguém, depositam altas quantias para os bandidos, que usam contas bancarias em nome de laranjas, para dificultar o trabalho da polícia.

A cada dia, novas ligações e potenciais vítimas quase sempre no anonimato, pois alguns preferem não denunciar, com medo ou vergonha de terem caído no conto do vigário (Golpe).

Segundo nos informou o serviço de inteligência da polícia, os golpistas, utilizam várias modalidades de golpes e são na sua maioria presidiários dos estados do Ceará e Goiás, com apoio de parentes em liberdade, para abrir as contas e sacar os montantes provenientes das ações criminosas.

Um ex-vereador de Olho d’Água das Cunhãs, não teve a mesma sorte e caiu no golpe. Há dois dias, a filha de um pecuarista chegou a pedir dinheiro emprestado a um amigo para efetuar o deposito na conta dos malandros, mas, conseguiu detectar a tempo, que se tratava do famoso e popular golpe do “Falso sequestro” que tinha, como suposta vítima, sua filha residente em outro estado. (Reveja o caso do ex-vereador).

Fique atento!

Os golpes partem de ligações e mensagens oferecendo prêmios, como: Carros, motos, casas luxuosas, altos valores em ouro, dinheiro ou ainda participação em programas de televisão.

Telefones ou celulares usados nos golpes:

Desconfie dos sotaques, preste atenção nos números de DDD da linha que está ligando pra você, rejeite depositar qualquer valor, não aceite facilitação, nem insira crédito em números de celulares, pois é uma pratica bastante usada.

Veja alguns dos DDD mais usados nos golpes:

DDD 85 ou 88 (Ceará), DDD 62, 61 e 64 (Goiás), DDD 65 e 66 (Mato Grosso), DDD 67 (Mato Grosso do Sul), DDD 21 (Rio de janeiro), DDD 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19 (São Paulo).


Qualquer suspeita, ligue imediatamente para o suposto parente sequestrado e entre em contato com a polícia da sua região. Toda informação, deve ser repassada, inclusive o número do telefone, celular e conta bancária fornecida pelos bandidos.

"Nossa intenção, ao divulgar casos como os citados, não é expor a riscos, tampouco, fazer piada com as vítimas, mas, alertar os desavisados das armadilhas e perigos, que nos rodeiam dia-a-dia".

João Gabriel Filho
Mearim Net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!