17 de janeiro de 2014

Encontrado em Abel Figueiredo-PA, olhodaguense que sumiu há 32 anos

Local onde Zé do Doce dormia (Ao lado deitado o amigo Merisvaldo)
José Fabrício dos Santos, 59 anos, saiu da residência da mãe Amélia Maria de Jesus, em 1982, aos 27 anos, para trabalhar fora estado, a exemplo de muitos maranhenses. Durante 32 anos, permaneceu incomunicável, nenhuma notícia, carta ou telefonema. Para os familiares, Zezinho já havia morrido.

Onde esteve:

Segundo informou, a andança de 32 anos começou no ainda povoado, Zé Doca (Onde diz ter cinco filhos), passou por Paragominas, Rondon do Pará e finalmente, onde residiu por 25 anos e foi encontrado esta semana. A pequenina e bela Abel Figueiredo-PA.

Dona jaciléia e família com os visitantes
O que fazia:

Durante esse tempo, trabalhou em várias fazendas, roçando, fazendo pé de arame, lidando com outros serviços rurais e fazendo doces somente para consumo nas fazendas. Pelo habito de fazer a guloseimas, ficou conhecido na região, pela alcunha de “Zé do Doce”, nome popular, que deu ao mesmo, muita popularidade. Nos últimos dois anos esteve literalmente na rua, pedia uns trocados e bebia muito cachaça, comia e bebia, através da bondade dos moradores, como: Dona Maria das Graças, Dona Andreia da Farmácia, Jaciléia Maria, e outros. Quando o mesmo adoecia era levado ao hospital municipal, os amigos doavam remédios, o jovem evangélico Irmão Antônio conversava diariamente e pregava a palavra de Deus ao amigo. Tais bondades ajudaram a manter vivo o olhodaguense em terras paraenses.

Encontro de familiares com amigos de Zé do Doce no hospital
À volta pra casa:

Tudo começou na última Quarta-feira (15), quando a senhora Jaciléia Maria funcionária pública lotada na FUNASA, esposa do vereador Nailson Alves (PDT), iniciou uma busca pelos parentes de Zé do Doce. O sem teto, informara a amiga, que era natural de Olho d’Água das Cunhãs-MA, por coincidência a mulher é natural de São Sebastião do Salgado e foi criada no Povoado Deus Quer (Vitorino Freire-MA), distante 22 Km de Olho d’Água.

Zé no hospital com alguns "Anjos" que o ajudaram 
Dona Jaciléia resolveu tentar contato com a secretaria de Assistência Social do município, falou com funcionários, que identificaram os possíveis parentes e repassaram o numero.

Suely Mariano sobrinha de Zé do Doce (Zezinho) pediu ajuda a este brogueiro, que de pronto ligou e confirmou o parentesco. Por volta das 03h45min da madrugada do dia seguinte (16), a equipe do Mearim Net e alguns parentes, seguiram para Abel Figueiredo-PA.

Momento de despedida com alguns amigos
A viagem:

Deparamo-nos com uma pequena e belíssima cidade de população avessa a fama do Pará, onde ninguém é de ninguém. Fomos recebidos na residência da senhora Jaciléia, onde almoçamos com toda a família. Partimos para o tão esperando encontro com Zezinho no Hospital Municipal, onde fomos recebidos por populares e funcionários. No local, encontramos pessoas que cuidaram, deram carinho e atenção a José.

Conversamos com populares e era visível a alegria estampada no rosto de cada um, na certeza, que o amigo iria voltar pra casa. Porem, alguns não seguraram as lagrimas na despedida do velho e tranquilo “Zé do Doce”.

O emocionante encontro com a mãe e demais familiares
Uma senhora loira trafegava numa moto Honda Biz 125cc desatenta ao caso, ao ser informada, caiu no choro e saiu seguindo o nosso carro. “Essa cena marcou a todos”.

Nós olhodaguenses, não temos palavras para agradecer o esforço e generosidade de cada cidadão e cidadã de Abel Figueiredo, com o nosso conterrâneo. Pedimos a Deus, que retribua com saúde, paz e prosperidade, a toda a população e esperamos manter este laço de amizade, por muitos anos.

Nosso muito obrigado a todos, que contribuíram direto ou indiretamente, em especial ao senhor Prefeito Municipal, ao Vereador Nailson Alves e a esposa Jaciléia, funcionários do Hospital Municipal Altair A. Martins, funcionários que contribuíram e a todos os "anjos", que ajudaram Zé do Doce a voltar pra casa! 

Muito obrigado

Equipe Mearim Net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!