4 de novembro de 2013

Satubinha-MA: Entre os piores lugares do Brasil, segundo a ONU

São Caetano (SP), Águas de São pedro (SP), Florianópolis (SC), Vitória (ES) e Balneário Camboriú (SC), estão entre as cidades do nosso país que têm de melhor para oferecer nos setores de educação, renda e expectativa de vida, segundo dados da ONU. Elas representam menos de 2% dos 5.570 municípios existentes em todo território nacional.

Estas cidades fazem parte de um seleto grupo de municípios que apresentam um elevado grau de desenvolvimento (mais ou menos a 0,8) no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), divulgado pela ONU, em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro (FJP). A média do Brasil hoje é 0,727, considerado alto (mas não muito alto).

Há que se levar em conta que o IDHM não mede exatamente a qualidade de vida em si. No entanto, lógico está, municípios com elevados índices relacionados com a educação, com a expectativa de vida estendida e maior renda tendem a ser bons lugares para se viver.

Entretanto, entre as piores estão muitos municípios maranhenses, dentre os quais, Satubinha. Veja relação com os nomes de quatro deles abaixo.

A pobre Satubinha é governada com mão de ferro (Ditadura) pela prefeita Dulcinha, que prometeu mundos e fundos, e pelo jeito, não vai resolver os problemas da cidade, que tem um dos piores índices de desenvolvimento humano do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!