29 de novembro de 2013

Preso homem acusado de ser o "Mâniaco da Porta" em Olho d'Água

O pedreiro Léo, acusado de ser o "Maniaco da Porta"
A polícia militar sob comando do Sargento-PM Pinheiro prendeu na manhã de hoje (28) um homem acusado de ser o famoso "MANIACO DA PORTA". O pedreiro Leandro Alves Rodrigues, 29 anos, morador da Rua 13 de Maio, seria segundo informou uma das vítimas, o responsável por assediar várias mulheres casadas do Bairro Novo. O homem esteve preso há poucos dias atras, pelas mesmas acusações.

Entenda o caso:

Há vários meses, um elemento vinha agindo na região do Bairro Novo, particularmente assediando "Mulheres casadas", batendo nas portas, escrevendo cartas, jogando pedras e literalmente atormentando a vida de algumas. A vítima que registrou ocorrência na Delegacia de Policia Civil, estava em estado de choque, visivelmente assombrada com a presença do acusado, que foi retirado do local em seguida. Segundo ela, o mesmo poderia mata-la, caso fosse solto pela justiça.
Vítima tomando água em estado de choque e o filho assombrado com o acusado

Outras moradoras da região, informaram que outras mulheres vítimas do acusado, se negam a registrar ocorrência ou mesmo denunciar o elemento com medo.

Ouvimos o acusado Leandro (Léo) como é conhecido, depois da vítima apavorada de medo, o ter reconhecido, negou a autoria dos crimes e se auto-definiu analfabeto, quando perguntado sobre as cartas. 

Moradores das imediações afirmam, que as acusações procedem, pois várias pessoas afirmam ter reconhecido Léo, praticando os crimes, que vão desde de invasão de propriedade privada, assédio sexual e ameaças de morte (Cartas).

O que levaria um homem casado, pai de quatro filhos, que leva uma vida aparentemente normal a se envolver em tais práticas, caso procedam as acusações? 

Em meio as vítimas, estão famílias, mulheres e filhos indefesos, que sofrem traumas e perturbações constantes e clamam pela justiça, devendo esta considerar, que o problema merece atenção especial, pois trata-se de um caso, onde o acusado foi preso anteriormente sob as mesmas acusações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!