19 de setembro de 2013

Prefeitos do Maranhão cobram do Governo Federal melhorias

Prefeitos e prefeitas dos municípios maranhenses que apresentaram os piores Índices de Desenvolvimento Humano, de acordo com o Atlas do IDH 2013, discutiram durante reunião com assessor especial do ministro Aloízio Mercadante (Educação), Ralf Hackbart, realizada nesta quinta-feira (19), em Brasília, ações que possibilitem a mudança deste quatro negativo.

Na ocasião, 21 gestores que participaram do encontro no auditório do Ministério da Educação, ressaltaram que 300 municípios brasileiros que apresentaram os piores Índices de Desenvolvimento Humano, 52 são do Maranhão.

Gil Cutrim cobrou da União a adoção de medidas que possam desburocratizar o processo de liberação de recursos para os municípios, principalmente os mais pobres e que sobrevivem exclusivamente do FPM.

Também participaram da reunião os prefeitos João Gonçalves de Lima Filho (Itaipava do Grajaú), Ludmila Almeida Silva Miranda (Brejo de Areia), Joel Dourado Franco (Cajari), José Leane (Afonso Cunha), Valmir Amorim (Araguanã), Francisco Furtado (Duque Bacelar), Manoel Edivan Costa (Marajá do Sena), Gustavo Albuquerque (Jenipapo dos Vieiras), Dulce Cunha (Satubinha), Francisca Oliveira (Santana do Maranhão), Marly dos Santos Sousa (Conceição de Lago Açu), Adalberto Rodrigues (Belágua), José Tinoco (Aldeias Altas), Maria Arlene Uchôa (São Raimundo do Doca Bezerra), José Irlan Serra (Pedro do Rosário), Luisa Rocha (São João do Soter), Solimar Oliveira (Matões do Norte), José Carneiro Filho (Senador Alexandre Costa), Paulo Roberto Sousa Veloso (Pio XII) e Maria Deusdeth Lima (Centro do Guilherme).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!