2 de setembro de 2013

Dono de padaria no interior de São Paulo é assassinado em Satubinha

Um homicídio  com características  de crime de encomenda  deixou chocada a população da cidade de Satubinha-MA, localizada na região do médio Mearim.  Francisco Edivaldo Silva Barbosa, 30 anos, foi assassinado sexta-feira (30), por volta das 19h50min, com  dois disparos de arma de fogo. Os tiros foram a queima-roupa,  um  atingiu a  cabeça o outro  abaixo do peito.

"Didé", como a vítima era conhecida, foi morto em frente a  casa do pai, Ademir Primo Barbosa , 58 anos, no centro da cidade. Várias pessoas assistiram a cena do crime, inclusive, um menino de 6 anos que é  filho da vitima.

Didé tinha chegado naquele momento  de um passeio de carro com os filhos.  De acordo com uma vizinha os dois assassinos ficaram na quadra de esporte (distante a 150 metros do local do crime). Assim que a vítima tirou as crianças do veículo os dois homens encostaram, falaram algumas  palavras rapidamente, e efetuaram dois disparos.

Após praticar o homicídio a dupla se evadiu do local em uma moto Broz.

A polícia  em Satubinha foi acionada e repassou as informações para as delegacias da região.  Horas depois em Bacabal, na BR 316,  duas pessoas foram presas como sendo os principais suspeitos da autoria do crime. Um é conhecido por Diego, o outro não teve a identidade revelada. Os mesmos foram levados para Satubinha e depois transferido  para Delegacia Regional de Santa Inês.
   
Entenda o caso
A vitima Francisco Edivaldo Silva Barbosa, morava em São Paulo e tinha chegado em Satubinha na última quarta-feira (28) onde pretendia batizar os filhos, já Diego (o principal suspeito) que também atualmente reside naquele estado, estava na cidade há pelo menos duas semanas.

Mesmo tendo parentes em Satubinha Diego alugou um quarto para ficar enquanto aguaradava seu compassa vir de São Paulo. Essa 3ª pessoa chegou em Satubinha na quinta-feira (29) e foi direto para o quarto que Diego tinha alugado. No dia seguinte aconteceu o homicídio.

O delegado de plantão Márcio Matos esteve na manhã de domingo no local onde aconteceu o crime, mostrou  fotos dos dois presos, e as  pessoas reconheceram Diego como o autor dos disparos. 

Francisco, a  vitima,  era sócio com outras três pessoas de uma padaria em Itapevi no interior de São Paulo, a polícia vai investigar a motivação do crime Não está descartada  a ligação dos sócios da padaria no crime.

Francisco deixou a esposa e três filhos. O corpo foi sepultado no domingo pela manhã em Satubinha. 

Do blog do Sérgio Matias
Com informações do Blog do Antonio Filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!