13 de julho de 2013

Vai ter revanche de Anderson Silva x Weidman II no UFC

O vazamento da notícia de que Anderson Silva aceitaria a revanche contra Chris Weidman na edição de encerramento do ano do UFC, o de número 168, dia 28 de dezembro, mudou os planos de Dana White. Diante do "sim" do Spider à sua oferta de nova luta imediata contra o novo campeão da categoria, o dirigente se viu forçado a confirmar a luta para a data que inicialmente gostaria. Fontes próximas a Dana White confirmaram ao COMBATE.COM que o chefão decidiu que o duelo acontecerá no último UFC do ano, e que terá como sede a cidade de Las Vegas.

Com isso, crescem as chances de que a luta entre Ronda Rousey e Miesha Tate, pelo cinturão feminino dos pesos-galos, seja transferida para fevereiro. Uma segunda hipótese mantém a luta entre as técnicas do TUF 18 como co-evento principal do UFC 168.

 A ideia de Dana White era promover e criar interesse dos fãs sobre qual data e local seriam escolhidos para a revanche entre Anderson Silva e Chris Weidman, provavelmente potencializando o interesse de mídia sobre dois eventos e locais. Havia a chance de serem escolhidas como sedes Las Vegas, Dallas, Rio de Janeiro ou Nova Jersey. Além disso, cresceria o interesse dos atletas em fazer parte de dois cards potencialmente fortes, até que um fosse escolhido como o detentor da revanche que é considerada uma das mais atraentes de todos os tempos, pela forma como a primeira luta aconteceu.

Todos os planos de Dana White, no entanto, foram por água abaixo quando foi revelado que Anderson Silva aceitava a revanche no dia 28 de dezembro. A interlocutores próximos, Dana White disse ter certeza que Anderson Silva não teria dado a declaração de própria voz na entrevista, acreditando que as informações teriam sido passadas por assessores ou por sua equipe de marketing. Seu plano era viajar a Los Angeles, onde Anderson mora, na próxima semana, para acertar detalhes do contrato e da promoção da luta.

Dana White agora trabalha com os planos para fazer um card empolgante para o evento, que já tem sua luta principal escolhida. A tarefa não é fácil, pois o evento de 20 anos do UFC, que deve acontecer em novembro, teria grandes chances de receber mais de uma disputa de cinturão, além de superlutas. Com tão pouco tempo entre um grande evento e outro - pouco mais de um mês - as lutas mais importantes terão de ser divididas entre os dois, para criar interesse dos fãs e venderem igualmente um bom número de pacotes de pay-per-view.

Fonte: Sportv.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!