30 de maio de 2013

Prefeito de Bacabal cobra R$ 400 de cada ambulante no São João

Do blog do Louremar

O prefeito de Bacabal, José Alberto Veloso, determinou que seja cobrado o valor de R$ 400,00 de cada ambulante que queira instalar uma barraca no arraial oficial do município.

O arraial oficial é realizado no Centro Cultura, na entrada da cidade e é organizado pela secretaria de Cultura comandada pelo promotor de micaretas José Clécio.

Todos os anos dezenas de pessoas que vivem da venda de bebidas e lanches, procuram a Secretaria para instalarem seus pontos de venda. Este ano a cobrança do valor de R$ 400,00 deixou os vendedores revoltados. O desabafo de uma ambulante demonstra toda a indignação: “Isso é malvadeza. No Carnaval nós pagamos também uma taxa, mas não era esse absurdo. O povo que se prepare porque tô achando que desse jeito o prefeito vai cobrar até para o povo entrar no arraial”.

Prefeito não pode reclamar do Governo do Estado

Todos os eventos culturais realizados em Bacabal recebem o incentivo do Governo do Estado. Não poderia se diferente, a cidade é uma das que mais tem políticos eleitos e no grupo governista ( senador João Alberto, deputados Alberto Filho e Carlinhos Florêncio).

Em fevereiro, para promover os quatro dias de Carnaval,  o município recebeu R$ 150 mil do Governo do Estado. Mesmo assim em todos os eventos é cobrada a taxa para que os ambulantes possam comercializar no espaço onde é realizado o evento oficial. 

O Governo do Estado ainda não divulgou quanto será repassado para Bacabal realizar o festejo junino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!