8 de maio de 2013

Bomba!!! Empresária de Bacabal é presa transportando drogas

Do blog do Sérgio Matias

Uma operação conjunta das policias rodoviária e ambiental de Talismã, estado do Tocantins, apreendeu 8 quilos de maconha que estavam comprimida em tabletes enfiados em em um tubo de PVC.

Segundo informações do Tenente Dias, comandante da Operação, a droga pertence à Maria de Fátima Jansen, 56 anos, e seu filho Fernando Jansen da Silva, 34 anos. Mãe e filho foram presos quando transportavam a droga em  um ônibus clandestino da Empresa Sistema Tur (Scania/k113, placa CGR 7282-São Paulo) que trazia 45 passageiros de São Paulo para o Maranhão.


Maria de Fátima e Fernando Jansen continuam presos no Tocantins e as demais pessoas que viajavam no veículo tiveram que providenciar outro transporte, pois o ônibus da dupla também ficou de posse da polícia.

Mãe e filho residem em Bacabal, na Avenida 1, Cohab I e são pessoas bastante conhecidas, pois há mais de 20 anos trabalham transportando passageiros para várias cidades do país.

Versão da família
Em contato telefônico com o titular desse blog, Rodrigo Jansen, filho de Maria de Fátima, negou que a droga pertença a mãe ou ao irmão Fernando.

Segundo Rodrigo, a embalagem onde a polícia encontrou a droga foi embarcada em Santa Luzia do Tide, ainda no Maranhão, e que uma senhora daquela cidade, responsável por agenciar passageiros para a empresa de Maria de Fátima, é que teria recebido a encomenda de uma terceira pessoa que  até agora nem os familiares, nem a polícia, conseguiu identificar.

Como a senhora que intermediou o embarque  da embalagem que continha a droga também não soube dizer a procedência, uma advogada da família de Maria de Fátima estaria à caminho de Santa Luzia do Tide na esperança que consiga, enfim, desvendar a identidade desse suposto responsável por enviar 8 quilos de maconha para São Paulo. 

Novas informações vindas do Tocantins dão conta que Maria de Fátima e Fernando Jansen após serem conduzidos à delegacia, foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.

Tentativa de suborno
De acordo com o Portal CT a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ao realizar uma minuciosa busca nas bagagens dos passageiros, os policiais militares se depararam com um caixa de papelão que continha apenas o nome do destinatário de Limeira, interior do Estado de São Paulo. Ao abri-la, os policiais encontraram sete tabletes de maconha envoltos em um tubo de PVC, e enrolados em uma calça jeans e um moletom em meio a muito pó de café para disfarçar o cheiro da droga.

Ao ser questionado sobre a origem e propriedade da maconha, Fernando respondeu que nada sabia sobre o produto, enquanto sua mãe, Maria de Fátima, que também é a proprietária do ônibus e de uma agência de Turismos em Bacabal, afirmou que desconhecia o conteúdo da referida caixa e que era responsável somente pela entrega da “encomenda” no Estado de São Paulo. A acusada também declarou que a caixa havia sido recebida e colocada no bagageiro do ônibus por um outro filho seu, ainda na cidade de Bacabal.

Diante da negativa do acusados em reconhecer a prática delituosa, os policiais deram voz de prisão a dupla, momento em que Maria de Fátima, dirigiu-se aos policiais militares e, após perguntar o que poderia ser feito para que ela e seu filho fossem liberados, ofereceu R$ 2 mil para que os policiais sumissem com a droga e esquecessem o episódio.

Nesse momento, os policiais deram voz de prisão a Fernando e Maria de Fátima e os conduziram à Delegacia de Polícia Civil de Alvorada onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, sendo que a mulher também responderá por tentativa de suborno. Após os trâmites legais Fernando e Maria de Fátima foram encaminhados respectivamente para a cadeia pública de Alvorada e a unidade prisional feminina de Figueirópolis onde permanecerão a disposição do poder judiciário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!