19 de maio de 2013

BEC x Maranhão se enfrentam hoje (19) em jogo decisivo em São Luís

O técnico Erasmo Fortes, tão logo foi encerrada a partida de quinta-feira, no Correão, começou a conversar com os jogadores do Bacabal para conter o clima de “já ganhou”. Ele não quer que a vantagem de dois gols suba à cabeça do time. “Conquistamos uma vantagem excelente. Isso é fato.

Porém, não tem nada ganho. “Assim como ganhamos dele aqui no Correão, eles podem nos vencer pela mesma ou maior diferença de gols em São Luís. Precisaremos manter a determinação”, frisou.

A delegação do Bacabal se encontra em São Luís, onde enfrenta o MAC no Nhozinho Santos.

Susto


O lateral-direito Carlinhos, que sofreu forte pancada na cabeça em um choque com o lateral maqueano Raimundinho e teve de ser levado desacordado para um hospital de emergência, só foi liberado pela madrugada. O atleta será incluído na comitiva do Leão, mas sua escalação não é certa. Tudo dependerá da palavra do médico do clube.

Esperanças


Como se não bastasse ter de tirar uma desvantagem de dois gols, no jogo de volta da semifinal do Campeonato Maranhense contra o Bacabal, o Maranhão Atlético Clube (MAC), para complicar mais ainda a situação, não poderá contar com três dos seus titulares – o volante Tica, o meia Jackson e o lateral Fernandinho.

Os três levaram o terceiro cartão amarelo e terão de cumprir suspensão. “Quem entrar no lugar deles terá a obrigação de tentar buscar a vitória e a classificação”, frisou o técnico maqueano Vinícius Saldanha.

Mesmo tendo perdido por 2 x 0 para o Bacabal Esporte Clube (BEC), quinta-feira à noite, no Estádio Correão, Vinícius Saldanha garante que não jogou a toalha e que seu time ainda tem chance de ser finalista do segundo turno . “Nada está perdido. Estamos vivos e vamos tentar inverter a situação no jogo de volta no domingo [amanhã], em São Luís. Assim como eles nos venceram em casa por 2 x 0, podemos ganhar com a mesma diferença de gol em nosso campo”, frisou o treinador.

Para o MAC se classificar e avançar à final do returno, será necessário vencer pelos mesmos 2 x 0 ou por outro placar com diferença de dois gols. O BEC jogará pelo empate e até poderá perder por um gol para chegar à decisão.

No jogo disputado no Correão, o Bacabal marcou com Cris, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Erlon aos cinco minutos da fase final. “O primeiro gol do BEC, faltando um minuto para finalizar o primeiro tempo, nos tirou do jogo. A partida estava equilibrada. Tínhamos planos para melhorar de rendimento no segundo tempo, mas não conseguimos, pelo abatimento que tomou conta da nossa equipe”, reconheceu Saldanha.

Segundo o treinador, o MAC realizou a pior partida sob seu comando na derrota no interior. “Desde que assumi [o MAC], nas cinco partidas que dirigi, essa foi a pior, principalmente no segundo tempo. Até tentamos levantar o astral do time, com as mudanças. Só que tem dia em que nada dá certo. Esse foi o nosso dia de jogar ruim”, disse.






O jogo será transmitido esta tarde para Olho d'água das Cunhãs e região pela Rádio Lider FM, 89,9Mhz, sob o comando de Oliveira Netto.

Fonte: Sérgio Matias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!