23 de novembro de 2012

O grave problema da Educação no Estado do Maranhão

O Ministério da Educação divulgou, nesta quinta-feira (22), as notas por escola do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizado no ano passado e lamentavelmente coube a uma escola do Maranhão, o Centro de Ensino Aquiles Lisboa, da cidade de São Domingos do Azeitão, ser considerada a pior escola do Brasil.

Na lista com mais de dez mil escolas, o Maranhão teve cinco escolas entre as dez piores do Brasil. Estão ainda entre as piores: Centro de Ensino José Maria Araújo – Anexo I, em Olinda Nova do Maranhão, Centro de Ensino Maria do Socorro Almeida Ribeiro Anexo III-, em Centro Novo do Maranhão, Centro de Ensino Leda Tajra-Anexo Juçara, no município de Buriti Bravo e Centro de Ensino Lucas Coelho, em Benedito Leite.

Indiscutivelmente é uma vergonha para o Maranhão, mas engana-se quem imagina que o problema se restringe as escolas públicas.

Entre as escolas particulares o problema também é grave. Se levarmos em conta as dez melhores escolas do Brasil, duas são da Região Nordeste, o Colégio Ari de Sá Cavalcante de Fortaleza, quinta melhor escola e o Instituto Dom Barreto de Teresina, sexta colocada.

A primeira escola do Maranhão é o Reino Infantil, que está de parabéns por ser a melhor escola do nosso Estado, mas mesmo tendo sido a melhor do Maranhão, o Reino Infantil ocupa apenas e tão somente a posição de número 165 no “ranking do Enem”. Além disso, o Reino Infantil foi a única escola do Maranhão entre as 450 melhores do Brasil.

Definitivamente uma triste realidade para o nosso Maranhão.

Fonte: Blog do Jorge Aragão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!