4 de abril de 2012

Prefeito Eliseu Moura de Pirapemas-MA, é acusado de mandar matar adversários


Vereadores e pres. do sindicato que sofreram ameaça de morte
A presidente da Câmara de Vereadores de Pirapemas, Elda Novaes (PTN), o vereador Henrique Correa (PV), e o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Gilmar Sales Ribeiro, prestaram queixa na polícia e Ministério Público acusando o prefeito Eliseu Moura (PP) de tentativa de assassinato.

O crime foi descoberto pelas próprias vítimas na sexta-feira (30). Eles receberam a informação de uma testemunha cujo nome é mantido em sigilo, mas de conhecimento da polícia.

Um pistoleiro chegou em Pirapemas na sexta-feira para executar o crime. O nome dele é Raimundo de Sousa Santos, natural de Buriticupu. Na cidade, o matador estaria recebendo apoio logístico de Edilson da Milagres, segurança do prefeito.

Avisados, os três passaram o dia em casa de amigos e deixaram Pirapemas no sábado. Hoje prestaram queixa na Superintendência de Polícia Civil do Interior e na Procuradoria Geral de Justiça, onde denunciaram o caso ao procurador-geral substituto Eduardo Jorge Nicolau. “Ele (Eliseu Moura) ia executar a gente”, disse a presidente da Câmara que esteve pela manhã na Assembleia para denunciar o caso.

Ela contou ao blog que em 1996, o marido, Paulo Novaes, então candidato a prefeito, também sofreu tentativa de assassinato. Na época, Eliseu Moura figurou como mandante.

Henrique Correa contou que o prefeito tem um histórico de violência. Em 1999, ele, o falecido jornalista Cícero Alves e o militante do PDT Ivanildo foram vítimas de uma emboscada dentro da Rádio Catedral, de propriedade da Igreja Católica.

O próprio Eliseu Moura invadiu a emissora e deu seis tiros no grupo. Dois atingiram o vereador e um Ivanildo, que até hoje tem uma bala no corpo até hoje.

Eliseu Moura foi afastado ano passado da prefeitura pela Câmara acusado de atos de corrupção.

Recentemente, a Casa vetou um projeto da prefeitura para a contratação de 352 professores, enquanto centenas aprovados em um concurso na área de educação esperam suas nomeações. Veja a ocorrência prestada pelo vereador:

Fonte: Luís Pablo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!