13 de fevereiro de 2012

Esposa e filho do dono da Eletromil também são procurados pela Polícia do Pará


O decreto de prisão pela Justiça do Pará não é somente para o empresário Eduardo Facundes, dono da Eletromil, que aplicou golpe da compra premiada naquele estado calculado pela polícia em R$ 30 milhões.

O pedido de prisão foi estendido também para seus dois sócios na empresa: A esposa e um filho, que também estão foragidos. Hoje, o blog obteve informações de que o empresário teria ido para Salvador, onde reside um filho dele.

No Maranhão, a polícia já foi informada do pedido de prisão de Eduardo da Eletromil. Hoje as lojas de São Luís e do interior do Estado  fecharam as portas. Aqui ele se comprometeu com o Procon de pagar, a partir de março, o dinheiro recebido dos clientes, que já soma mais de R$ 100 milhões.

No Pará, o golpe rendeu R$ 30 milhões  e 10 mil pessoas foram lesadas.

Breve outras informações...

Fonte: Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!