24 de julho de 2011

Apresentada quadrilha que assaltou banco em Vitorino Freire

Foi presa a quadrilha que assaltou o Banco do Brasil de Vitorino Freire, na quarta-feira (20). A operação foi liderada pela equipe da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). O bando foi transportado da cidade de Paulo Ramos para São Luís no helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA).


Os dois corpos dos assaltantes mortos na troca de tiros com a polícia, durante a prisão, também foram trazidos na aeronave. Um dos mortos, que ainda não teve o nome identificado pela polícia, seria o líder da quadrilha. O outro morto seria do Distrito Federal. Os três presos se identificaram como Antônio Kennedy Correia Freitas, de Paulo Ramos; Roberto Carlos Freire, de Goiás; e Marcos Alexandre Costa Bezerra, que seria de Lago da Pedra.

Segundo o secretário de Estado da Segurança Pública, Aluisio Mendes, a polícia cercou o bando numa localidade próxima ao município de Lago da Pedra. Eles foram encontrados drogados e uma grande quantidade de droga apreendida com os bandidos, conforme afirmou o secretário em entrevista, neste sábado (23), à rádio Mirante AM - ouça a íntegra da entrevista.

A quadrilha assaltou o Banco do Brasil em Vitorino Freire, na última quarta-feira. Foi o segundo assalto à mesma agência, que fica a menos de quinze metros da delegacia de polícia. Na fuga, os assaltantes trocaram tiros com policiais e causaram pânico entre a população. Dois carros da polícia foram alvejados. Na fuga, o bando levou cerca R$ 680 mil do banco. O carro usado pelos assaltantes foi abandonado numa estrada vicinal, a cerca de dez quilômetros da cidade.

Segundo a polícia, há cerca de um mês, a quadrilha teria assaltado um depósito de bebidas na cidade de Presidente Dutra, de onde teriam levaram R$ 180 mil. A polícia continua a procura de outros dois integrantes da quadrilha que continuam foragidos. Segundo a polícia, seria um paraense e um maranhense. A polícia já conseguiu desarticular seis quadrilhas especializadas em assaltos a banco.

Em 18 meses, vinte e sete assaltantes foram presos e sete mortos. Ainda, segundo o secretário de Segurança Pública, são quadrilhas interestaduais, que tem comandos nos Estados de Pernambuco, Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro e ramificações no Maranhão.

* Com informações da TV Mirante e Mirante AM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!