12 de março de 2011

Enchentes no Maranhão atingem mais de 11 mil pessoas

O relatório da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Maranhão (Cedecma), publicado nessa sexta-feira (11), sobre as enchentes no Maranhão, aponta que 11.750 pessoas já foram atingidas pelas cheias dos rios Mearim, Itapecuru, Tocantins e Parnaíba.

Do total de atingidos, 7.566 estão desabrigadas e 4.184 desalojadas. Nove representantes do Cedecma permanecem nas cidades de Bacabal, Pedreiras e Trizidela do Vale. Seis municípios continuam sendo monitorados. A cidade de Trizidela do Vale é a mais danificada pelas enchentes, onde 3.564 pessoas ficaram desabrigadas.

VEJA OS NÚMEROS DAS ENCHENTES NO MARANHÃO:
De acordo com relatório do Cedecma de 11 de março de 2011

BACABAL
Situação de Emergência
Desalojados: 45
Desabrigados: 1765
Mortos: 0
Desaparecidos: 0
Nível do rio Mearim acima do normal: 7,26 metros e subindo.


IGARAPÉ GRANDE
Situação de Emergência
Desalojados: 250
Desabrigados: 452
Mortos: 0
Desaparecidos: 0
Nível do rio Mearim acima do normal: indefinido, mas subindo

IMPERATRIZ
Situação Anormal sem decretação
Desalojados: 476
Desabrigados: 535
Mortos: 0
Desaparecidos: 0
Nível do rio Tocantins acima do normal: 5 metros e baixando

PEDREIRAS
Situação Anormal sem decretação
Desalojados: 48
Desabrigados: 898
Mortos: 0
Desaparecidos: 0
Nível do rio Mearim acima do normal: 6,4 metros e baixando

SÃO LUÍS GONZAGA DO MA
Situação de Emergência
Desalojados: 602
Desabrigados: 352
Mortos: 0
Desaparecidos: 0
Nível do rio Mearim acima do normal: 6,3 metros e estável

TRIZIDELA DO VALE
Situação de Emergência
Desalojados: 2763
Desabrigados: 3564
Mortos: 0
Desaparecidos: 0
Nível do rio Mearim acima do normal: 6,25 metros e baixando

A presidente Dilma Rousseff determinou, nesta semana, que o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, visite as regiões afetadas pelas chuvas nos Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Maranhão. A finalidade das visitas é fazer um levantamento dos prejuízos e determinar medidas necessárias de auxílio às cidades atingidas. Nessa sexta-feira (11), o ministro deu início às viagens na região Centro-Oeste do país. Para os Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, o ministério anunciou, ontem, a liberação de R$10 milhões. Não há, ainda, previsão de data para a visita do ministro ao Maranhão.

Fonte: Castro Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!