12 de janeiro de 2011

Vereador Vicente Paulo, diz que eleição da oposição não tem validade

O presidente interino da Câmara de Vereadores de Olho d’Água das Cunhãs-MA, Vicente Paulo Barros, disse ao “MEARIM NET” que a eleição promovida por vereadores da oposição para eleição da mesa diretora da câmara, para o biênio 2011/2012, não tem valor legal. O vereador cumpriu mandato de presidente da casa até o dia 31/12/2010, reassumindo o cargo interinamente no inicio do ano por ser o membro mais velho da casa.
Os vereadores de oposição promoveram a eleição da mesa diretora, após o presidente encerrar a sessão do dia 17 de Dezembro, por falta de acordo entre os parlamentares, segundo Vicente Paulo, este seria um dos vários motivos que invalida a eleição de Elvira Melo, à presidência da câmara. O vereador falou ainda sobre o fato dos parlamentares terem assinado a ata de presença, no mesmo dia, que reabriram outra sessão sem qualquer documento (Edital) informando desta.

Segundo o presidente interino, os vereadores foram convocados para a sessão do dia 21 de Dezembro, porem se negaram a receber o edital de convocação e comparecer, para a votação do orçamento 2011, e da mesa diretora.

“O artigo 25, inciso VII, da lei orgânica do município é claro ao dizer, que só poderá haver eleição da mesa diretora, após a votação do orçamento do ano posterior”. Disse Vicente Paulo.

Falou Vicente: “A liderança de oposição está tumultuando o processo democrático, eles tem maioria e poderiam ganhar a eleição da casa, mas eles querem é bagunçar mesmo, isso é uma falta de respeito com o povo, pois a cidade depende do orçamento”.

O vereador enfatizou que o Sr. Joaquim presidente do Sindicato dos trabalhadores Rurais, local onde se realizou a eleição da oposição, não autorizou a votação no local, pois este se encontrava em São Luis-MA.

O gerente do Banco do Brasil Raimundo Nonato (Passinho) pediu cópias da lei, que garante interinamente a presidência do Legislativo Municipal ao vereador mais idoso, no caso Vereador Vicente Paulo, para que este possa continuar a movimentação financeira da conta da entidade junto ao banco, pois vários serviços, materiais e funcionários dependem disso.

O vereador lamentou o caso, mas acredita ainda, que a votação possa acontecer após o retorno do recesso no dia 02 de Fevereiro 2011.

“Vamos aguardar o retorno dos parlamentares, espero que possamos votar o orçamento e a eleição da mesa diretora, tudo dentro da lei, pois quero entregar o cargo, mais irei conduzir tudo de forma correta, sem truculência, é assim que se promove democracia”, finalizou o vereador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O usuário é responsável pela repercusão do comentário!